Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual do PP, Raimundo Palito em entrevista ao Conexão Tocantins avaliou a ida do Partido Progressista para a base do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB) como um “prejuízo incalculável” para o grupo da União do Tocantins.

Para o parlamentar, o partido traz a certeza da vitória. “O PP se junta ao PMDB e será o fiel da balança nas eleições, pela grandeza do partido teremos com certeza influência na vitória”, afirmou o deputado que já tinha optado ficar com o governo mesmo quando o PP já tinha declarado apoio para o ex-governador e pré-candidato Siqueira Campos (PSDB).

“Agora é só esperar o dia de fazer o anúncio, vamos reunir a executiva para avalizar a decisão”, informou o parlamentar. O anúncio público da integração do PP no grupo governista e ainda a indicação da ex-prefeita de Araguaina, Valderez Castelo Branco como vice foi feito durante festa de aniversario de Palito neste domingo.

Lázaro não se manifestou mas o governador Gaguim fez discurso já contando com o partido na base aliada. Alguns deputados estaduais do grupo também deram boas vindas para a legenda.

O PP é presidido no Estado pelo deputado federal Lázaro Botelho e tem ainda além de Palito o deputado Cacildo Vasconcelos como deputado estadual.