Geral

Foto: Divulgação

O deputado federal do PR, Vicentinho Alves deixa a cadeira de deputado federal na Câmara nesta terça, 15, e o suplente, ex-deputado federal Freire Júnior (PSDB) assume em seu lugar.

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã deste sábado, 12, Freire afirmou que deve ficar por quatro meses na vaga. Os motivos do afastamento, segundo ele, foi uma decisão de Vicentinho, que é pré-candidato ao Senado na chapa da União do Tocantins ao lado do presidente do PR, senador João Ribeiro.

“ Para o Vicente é difícil conciliar uma candidatura na majoritária por isso ele decidiu sair, não foi nenhum tipo de negociação nem composição”, afirmou. Freire é pré-candidato a deputado estadual depois de ter cogitado disputar uma das vagas ao Senado no grupo.

“Vai ser uma oportunidade de participar da elaboração do Orçamento da União”, afirmou. Freire afirma que não terá problemas em conciliar a candidatura de deputado estadual com as atividades parlamentares na Câmara. “Há uma perfeita compatibilidade”, disse.

Atritos

Freire já foi quatro vezes deputado federal e pleiteava a vaga ao Senado, no entanto não foi escolhido pelo grupo mesmo depois de ter inclusive mobilizado as bases nos municípios. Depois da decepção o tucano estava disposto a não concorrer nenhuma vaga, no entanto, o pré-candidato do grupo e ex-governador Siqueira Campos (PSDB) o convenceu a disputar uma cadeira de deputado estadual para representar o Sudeste do Tocantins.

Suplentes

O grupo da União do Tocantins fecha agora os nomes dos suplentes de senadores. Conforme informações,o advogado do PSDB, João Costa que fez a defesa do partido no Recurso contra Expedição de Diploma do ex-governador Marcelo Miranda (PMDB) e ainda na Ação Direta de Inconstitucionalidade 4125 é um dos nomes que deve concorrer e ainda o empresário Ataíde de Oliveira.