Polí­tica

Foto: Divulgação

Um candidato a deputado estadual do Democratas, que preferiu não revelar sua identidade, deu entrevista ao Conexão Tocantins sobre o impasse envolvendo o suplente de senador e advogado João Costa na manhã desta quarta-feira, 14, no Tribunal Regional Eleitoral.

O candidato afirma que viu a discussão entre o suplente e a funcionária do balcão de consultas a processos da Secretaria Judiciária e Gestão da Informação.

Segundo ele, após discutir a moça sofreu uma queda que ele não soube explicar como aconteceu.

O democrata estava na sede do TRE para tentar resolver problemas relativo ao registro de sua candidatura.

Após tentar arrancar uma página do processo da ação de impugnação da candidatura do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB), o advogado teve que prestar informações à Polícia Federal e saiu escoltado do local onde aguarda para ser ouvido pelo delegado Hugo Raff.

Depois que João Costa foi para a Polícia Federal, alguns membros da coligação Tocantins Levado a Sério, ligados ao candidato Vicentinho Alves (PR) estiveram no TRE.