Polí­tica

Foto: Divulgação Valtenis Lino evitou falar de apoio a Siqueira Valtenis Lino evitou falar de apoio a Siqueira

O Conexão Tocantins entrou em contato com o prefeito de Santa Fé do Araguaia e presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), Valtenis Lino (PMDB) para repercutir a possível adesão do presidente do PMDB e deputado federal, Osvaldo Reis na base do adversário do partido, ex-governador Siqueira Campos (PSDB).

Valtenis afirmou que não está sabendo da ida de Reis e que não foi comunicado se o anúncio oficial acontecerá mesmo na terça-feira, 27, quando o presidenciável José Serra (PSDB) estará em agenda na capital.

“Não estou sabendo de nada”, frisou.Para o peemedebista, que apoia Reis para federal no município e não apoia a candidatura do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB), o deputado tem motivos para ir pra coligação Tocantins Levado a Sério.

“Pelo tratamento que ele está recebendo no grupo não há outro caminho”, frisou completando que o descontentamento de Reis é de conhecimento de todos. “Dá para ver até a olho nu”, disse.

Valtenis que se afastará da ATM e também da prefeitura para coordenar a campanha de Siqueira juntos aos prefeitos, disse que Reis será bem recebido no grupo do ex-governador. “A decisão é dele e se vier será recebido de braços abertos”, disse.

No entanto, para membros da base governista se Reis for deixará de ter o apoio de prefeitos do grupo e poderá não conseguir sua reeleição.

O deputado da região do Bico do papagaio, Iderval Silva também afirmou ao Conexão Tocantins que não está sabendo da ida de Reis. Para Iderval, Reis não conseguirá levar prefeitos nem lideranças do grupo.