Cultura

O curta “Bulling”, dirigido pela jovem cineasta Warlla Christye e produzido coletivamente por alunos do projeto Telinha de Cinema, foi selecionado para o 21º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, que ocorrerá entre os dias 19 e 27 de agosto.

Esta é a segunda vez que jovens tocantinenses emplacam uma produção na programação do evento. A primeira foi o ano passado, com o vídeo “E se você pudesse?”.

O evento é um ponto de encontro entre a produção latino-americana e internacional, promove o intercâmbio de experiências culturais, econômicas e políticas relacionadas ao curta-metragem.

A programação é composta por uma instigante seleção da mais recente produção internacional e latino-americana além da maior projeção anual da produção nacional. O festival oferece também diversas expressões do curta-metragem onde se pode ver o mais inovador da produção mundial, retrospectivas, homenagens e curtas-metragens digitais feitos nas periferias das grandes cidades brasileiras.

A única produção tocantinense a participar desta edição, foi realizada em 2009, durante as aulas do projeto em Palmas, e propõe uma reflexão sobre a prática da violência física e psíquica que a cada dia preocupa a sociedade brasileira e ocupa um espaço ainda maior na mídia. O vídeo de bolso foi gravado no Centro de Ensino Médio Santa Rita de Cássia, no Jardim Aureny I e , de maneira simples conduz o espectador as experiências reais vividas por alunos e professores.

O filme fará parte da Mostra KinoOikos Formação do Olhar e será exibido no Cine Clube Olido, Cine Clube Grajaú e Centro Cultural São Paulo (confira os horários das sessões). O Festival tem uma programação toda dedicada a troca de experiências de iniciativas sociais ligadas ao audiovisual, o Encontro Kinooikos Formação do Olhar.

Há anos, o Encontro da Mostra KinoOikos tem sido um espaço para debates, trocas de experiências, criação de vínculos e parcerias entre os participantes da seção. São projetos de oficinas audiovisuais e de realização popular de audiovisual, desenvolvidos por entidades, coletivos e pontos de cultura de todo o Brasil.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ 21º Festival

Por: Redação

Tags: Cinema, Jardim Aureny I, Petrobras