Polí­tica

Na tarde deste sábado, 14, o presidente da Associação Tocantinense de Municípios e prefeito de Santa Fé do Araguaia, Valtenis Lino (PMDB) tentou ganhar o apoio do prefeito de Muricilândia, Jair do Tato (PMDB) para o ex-governador Siqueira Campos (PSDB).

“A gente conversou mas não foi muita coisa não. Ficou de conversar comigo depois está marcado para depois mas eu falei para ele que não ia conversar sobre campanha não”, frisou Jair do Tato.

O gestor contou em entrevista ao Conexão Tocantins na tarde desta segunda-feira, 16, que o contato foi feito por Valtenis.

Segundo o prefeito, Reis presenciou toda a cena mas não falou nada. Indagado se Reis chegou a pedir seu apoio para Siqueira Campos, o prefeito também negou. “Ele sabe que não adianta pedir, eu sou Gaguim”, frisou. O prefeito disse que é do PMDB e que vai seguir no apoio do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB).

“Eu sou Gaguim”, pontuou, ressaltando que o município precisa da parceria com o governo estadual. O gestor afirmou que não entendeu o motivo de Reis estar com Valtenis na hora do apoio e disse que não sabe de que lado os dois peemedebistas estão. "Só sei de mim, não sei o que eles são", disse.

Polêmica

As declarações do prefeito vêm depois de toda uma polêmica em torno do apoio de Reis, que tenta reeleição e é ainda presidente regional do PMDB. Já Valtenis, em recente entrevista ao Conexão Tocantins, contou que continua apoiando Reis mas que não faria campanha para o peemdebista pelo fato dele ter marcado para apoiar o ex-governador Siqueira Campos (PSDB) e ter desistido.

Reis ainda não comentou as declarações de Valtenis e também do vereador de Araguaina, também do PMDB, Gerônimo Cardoso que concorre à Assembleia Legislativa e assim como Valtenis também apoia Siqueira.

Valtenis não deixou a presidência da ATM como programado e inclusive anunciado à imprensa mas, segundo as informações, continua correndo atrás de apoios de prefeitos para Siqueira.