Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal do PMDB que tenta reeleição, Moisés Avelino em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta sexta-feira, 20, comentou sobre o pedido que o governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB) fez aos prefeitos para tirarem votos dele. “Pela cabeça do governador tudo é possível, dele espero até mais que isso”, disse o candidato.

Avelino está percorrendo os municípios em busca de aliados e disse que não está preocupado com o governador. “Ele tem que ter cuidado para não se preocupar comigo e esquecer dele porque eu não estou preocupado”, afirmou. Gaguim disse ainda aos prefeitos em reunião nesta quinta, 19, que o ex-governador Siqueira Campos (PSDB) é responsável por mais de 5 mil processos contra Avelino.

“Eu não voto no Gaguim e ele já sabe disso e isso não vai mudar”, afirmou o candidato.

Questionado se o pedido de Gaguim aos gestores pode fazer com que ele perca apoios, Avelino disse que isso não acontecerá. “Na eleição passada eu tive quatro prefeitos e esse ano também tenho os mesmos quatro, estou indo atrás do voto consciente, de quem me conhece”, afirmou.

Avelino faz campanha independente sem palanques e tem dobradinhas apenas em Paraíso.

Competição empatada

Fazendo uma análise do atual cenário político da disputa eleitoral, Avelino disse que até o momento Siqueira e Gaguim estão empatados. “Daqui para frente é que vamos saber quem estará na frente, por enquanto está tudo empatado”, disse.

São oito vagas na Câmara Federal, e, só no PMDB, Avelino concorre com o deputado estadual Júnior Coimbra, o federal, Osvaldo Reis e ainda o senador Leomar Quintanilha que este ano tenta uma vaga na Câmara baixa do Congresso Nacional.