Polí­tica

Foto: Marcelo de Deus

Transformar a capital do Tocantins em um centro de difusão de tecnologia, conhecimento, distribuição de produtos e consumo. Este é o objetivo do governador e candidato à reeleição, Carlos Henrique Gaguim (PMDB), para alavancar o desenvolvimento de Palmas e gerar empregos. Gaguim explicou seu planejamento em duas reuniões em empresas da Capital, na manhã desta terça-feira, dia 31.

O projeto de Gaguim é potencializar os investimentos em infra-estrutura e buscar investidores para industrializar a produção local. De acordo com o candidato, Palmas se tornará referência em virtude de estar estrategicamente localizada e servida por um aeroporto que será alfandegado, pela Ferrovia Norte-Sul, rodovias asfaltadas e posição geográfica privilegiada em relação a outras cidades e regiões, além de bem servida de energia elétrica e mão-de-obra.

“Vamos investir nas pessoas, qualificar nossa mão-de-obra, dar oportunidades aos nossos empresários ampliarem seus conhecimentos e suas empresas, conceder incentivos. Palmas vai experimentar crescimento nesses quatro anos, queremos que ela se torne referência, que as pessoas queiram vir para Palmas fazer compras, buscar conhecimento e tecnologia”, afirmou Gaguim.

Asfalto e lotes

Para concretizar seu planejamento, Carlos Gaguim disse que irá asfaltar todas as quadras de Palmas. “No nosso próximo governo vamos asfaltar todas as ruas de Palmas e fazer da nossa Capital a cidade mais bela do País”, afirmou.

Gaguim também propôs criar um programa habitacional direcionado aos funcionários das empresas privadas que estão investindo na Capital e gerando empregos. “Vamos abrir as quadras da Capital para oferecer lotes a preços acessíveis aos funcionários das empresas, vamos fazer essa parceria para que todos possam ter sua casa própria”, disse Gaguim.

Aguatins

Em outra reunião, com mais de 300 funcionários da Saneatins e diretores de todas as regionais do Estado, Gaguim explicou a criação da Aguatins e afirmou que novos postos de trabalho surgirão neste setor. “Serão mais vagas para técnicos e engenheiros, porque vamos implantar saneamento básico em todas as cidades do Estado”, disse Gaguim.

O governador explicou que a Aguatins vai atender às 78 menores cidades do Estado, que são servidas por água tratada mas que ainda não possuem esgoto. Com a Aguatins será possível atrair recursos federais para implantação de saneamento básico nestas cidades, enquanto a Saneatins continuará operando nas maiores cidades como já acontece. Os recursos para a Aguatins virão do PAC 2.

Gaguim também explicou como funcionará o Bolsa Água. O projeto concederá gratuitamente água para famílias que consumirem até 20m³/mês. O pagamento deste consumo também seria feito pelo Governo Federal, nos mesmos moldes como já acontece no estado de Pernambuco.

Fonte:Assessoria deImprensa/Força do Povo