Estado

Foto: Divulgação

Uma equipe da Vigilância Sanitária de Pedro Afonso está realizando durante toda está semana fiscalização em estabelecimentos comerciais à exemplo de supermercados e mercearias.

A Intenção é inspecionar as mercadorias com prazo de validade já vencidos e expostos para a venda, ou estarem em condições inadequadas de acondicionamento e fora dos padrões de comercialização e consumo o que prejudica a saúde do consumidor.

Um dos grandes perigos para a saúde dos consumidores pode estar nas gôndolas de supermercados, mercearias e afins. A venda de produtos vencidos está caracterizada como crime que deve ser denunciado pelos consumidores.

Segundo o técnico da vigilância sanitária, Raimundo Nonato, a qualidade dos alimentos só é garantida se o mesmo for mantido em condições ideais e se o prazo de validade for respeitado. "No entanto, alguns comerciantes de produtos, especialmente os de gêneros perecíveis, por vezes efetivam a venda de mercadorias com prazos de validade já vencidos", frisou Nonato.

Ele explica ainda que os comerciantes de Pedro Afonso devem retirar de circulação os produtos pré-vencidos ou avisar que este vai vencer. “Tirar o produto no dia não está errado, porém quando este tem alta periculosidade, não é recomendável”.

Nonato explica ainda que nas fiscalizações mais antigas foram encontrados produtos vencidos, porém há algum tempo isso não acontece. Segundo o técnico da vigilância sanitária se o consumidor encontrar algum produto fora da validade, deve imediatamente avisar a vigilância. “O produto vencido não tem garantia do fabricante e pode oferecer risco a saúde do consumidor”, diz o técnico.

O técnico da vigilância sanitária, Raimundo Nonato, informou ainda alguns procedimentos que devem ser tomados pelos consumidores antes de comprar algum produto. “A população está também mais atenta e adotando um hábito mais investigativo, mais é importante que ao adquirir algum produto, especialmente em relação a alimentos; observa textura, a embalagem, procura a data de validade, as condições sanitárias do alimento e denunciar quando observar alguma irregularidade para que a equipe de fiscais vá conferir”, ressaltou.

Direitos do Consumidor

Há quase uma década, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) inaugurou uma nova era no exercício da cidadania em nosso país. Desde então, os cidadãos brasileiros contam com um poderoso instrumento de proteção nas relações de consumo.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Prefeitura de Porto Afonso