Economia

O1º Seminário Mobilizar de Saúde e Segurança no Trabalho, Serviço Social da Indústria do Tocantins – Sesi - de Gurupi, que acontece no próximo sábado, 18, no auditório da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, em Gurupi, de 9 às 18 horas supera expectativas de procura.

São 160 inscritos, profissionais de Recursos Humanos, contadores das empresas locais, profissionais das áreas de segurança e saúde dentre outros que buscam informações e querem promover um ambiente seguro e saudável para diversos trabalhadores. As inscrições encerram na quarta-feira, 15 por falta de espaço no local. “A procura está sendo realmente grande, o que mostra a carência de eventos sobre o tema em nossa região. Mas o evento também irá acontecer em Palmas e Araguaína”, explica Paulo Geovane Sirqueira, da Saúde e Segurança no Trabalho do Sesi Gurupi,

A programação do evento engloba palestras, apresentação de cases e mini-cursos que visam promover a atualização, conscientização, divulgação e discussão sobre temas relacionados à área de SST.

A discussão de temas atuais da área de Segurança e Saúde do Trabalho é essencial para os gestores das empresas e profissionais de SST. “Essa é apenas mais uma das ações do Sesi que visa fomentar a incorporação do tema na elaboração e gestão de políticas que visem o desenvolvimento sustentável, com crescimento econômico e promoção da qualidade de vida das famílias, tendo em vista que o acidente do trabalho dentro da empresa traz impactos trabalhistas, tributários, civis e penais para o empregador, além de sérias consequências para a vida do trabalhador”, explica Salviano Martins, gerente do Sesi Gurupi.

Conscientizar o empregador para a prática das Normas Regulamentadoras - NRs evita acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, como também multas por parte do MTE.

O Serviço Social da Indústria é um aliado das empresas interessadas na prevenção destes males. Além de ações educativas e preventivas sobre acidentes de trabalho no seu próprio ambiente, o Sesi disponibiliza médicos do trabalho, engenheiros do trabalho e técnicos em segurança. “O Sesi atua nesse setor há mais de 60 anos. Muitos problemas e acidentes são evitáveis com pequenas mudanças na rotina do trabalho.

As indústrias foram responsáveis por 40% dos 747.663 acidentes e doenças de trabalho registrados em 2008, em todo o Brasil, conforme dados dos ministérios da Previdência Social e do Trabalho e Emprego. E este índice tem aumentado. Em 2008, o número de acidentes cresceu 13% em relação a 2007 e 45% em relação a 2006.

A apresentação, regulamento e programação encontram-se no site www.fieto.com.br/sst1.

Fonte: Assessoria de imprensa Fieto

Por: Redação

Tags: Economia, Gurupi, Paulo Geovane Siqueira, sesi