Polí­tica

Foto: Divulgação

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta quarta-feira, 22, o candidato a deputado estadual pela coligação governista, Arlindo Almeida (PT) teceu duras críticas à postura do prefeito de Palmas, Raul Filho (PT) e afirmou que ação de apoio à João Ribeiro (PR) pelo prefeito é “um ato de covardia contra o partido”.

Almeida ainda destacou que a suposta covardia de Raul se estenderia também a toda majoritária da “Força do Povo”. “Isso foi covardia contra o PT, contra o Paulo (Mourão, candidato petista ao senado), contra o Marcelo Miranda (PMDB) e contra o PMDB como um todo”, completou.

De acordo com o candidato, o prefeito de Palmas teria pensado somente em interesses pessoais ao retirar seu apoio à candidatura de Mourão ao senado. “Ele arrebentou com o partido. Ele falou que só apoiaria (candidatura ao senado) se fosse a mulher dele”, informou.

À época das convenções partidárias, logo que o candidato do PT ao senado retirou sua candidatura ao governo para apoiar a chapa governista, Raul Filho movimentou-se com intuito de emplacar a candidatura de sua esposa, a deputada Solange Duailibe (PT) na majoritária de Carlos Gaguim (PMDB).

O candidato, em tom áspero ainda chamou o gestor da capital tocantinense de “calazar” (ou leishmaniose, doença que ataca cães e humanos) e afirmou que o governador e candidato à reeleição pelo PMDB não deveria trazer o prefeito em seu palanque. “Ele (Gaguim) ganharia a eleição mais facilmente se mandasse o Raul descer de seu palanque”, ironizou.

Visita de Lula

O candidato do PT destacou que a visita do presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) ao Estado na última terça-feira, serviu para provar a inocência do governador no caso que a Polícia Federal investiga em Campinas-SP. De acordo com Arlindo, a visita serviu para mostrar que o que estão tentando imputar o governador é mentira. "Se fosse verdade ele (Lula) não teria vindo”, ponderou.

Campanha

Arlindo Almeida informou ao Conexão Tocantins que, mesmo tendo sido deputado constituinte do Estado, representando a região sudeste do Tocantins, este ano ele mudou a estratégia e tem focado suas forças na grande região de Palmas. “Mais focado em Luzimangues, mesmo sendo em Porto Nacional”, completou.

Segundo o candidato à Assembleia Legislativa, ele tem percorrido todo o Tocantins para angariar votos para sua eleição. “Já fui a 38 municípios. Tem que ser assim”, arrematou.