Polí­tica

Foto: Divulgação

O ex-vice-governador Raimundo Boi (PP) é um dos nomes cotados para integrar a equipe de governo do governador eleito, Siqueira Campos (PSDB).

Mesmo com o rompimento do PP com Siqueira antes das eleições, Boi e ainda o vereador de Palmas, Aurismar Cavalcante permaneceram na base de Siqueira. “Eu estou junto com o governador, sempre estive desde antes da implantação do Estado e com certeza estarei dando minha contribuição”, frisou.

O pepista frisou que não há ainda cargo definido para ocupar e disse que isso será decidido apenas pelo governador eleito. Nesse sentido, Raimundo Boi negou especulações de que já tenha uma definição para que ele seja o secretário de Governo de Siqueira.

“Tudo isso são só especulações, tenho conversado com ele mas até o momento não há definição nenhuma sobre secretariado”, afirmou.

As composições para o próximo governo, segundo Raimundo Boi, só começarão a partir de novembro. “Só depois do segundo turno. Eu estou pronto para colaborar no que for possível”, afirmou.

Comissão de transição

Boi deve integrar ainda a comissão técnica de transição que será formada por Siqueira e presidida pelo ex-senador Eduardo Siqueira (PSDB) para receber os dados do Estado bem como analisar a situação financeira das pastas.

Reaproximação do PP

Raimundo Boi deve atuar ainda como um dos interlocutores junto aos membros do seu partido para uma reaproximação da legenda com Siqueira. O único deputado estadual da legenda, Raimundo Palito já afirmou ao Conexão Tocantins que será oposição e que não pretende buscar abertura no governo de Siqueira.

O presidente estadual do PP, deputado federal Lázaro Botelho (PP) ainda não se pronunciou se vai ou não tentar uma reaproximação com Siqueira.