Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual e líder da bancada do PMDB na Assembleia, Iderval Silva rebateu as críticas do prefeito de Axixá, Ruidiard Brito que culpou os deputados e membros do PMDB que não apoiaram a chapa completa pela derrota do grupo.

“Isso não trouxe efeito na derrota, só alterou no processo da eleição para senador. Eu apoei João Ribeiro mas pedi voto para o Gaguim”, defendeu o deputado.

Ao contrário do apontado por alguns petistas, para Iderval, o apoio cruzado para João Ribeiro, da coligação de Siqueira Campos (PSDB) não puxou votos para achapa adversária ao governador Carlos Henrique Gaguim.

“Na verdade quem pediu voto foi Avelino (deputado federal Moisés Avelino), o prejuízo maior foi ele que deu os votos que fizeram a diferença na votação”, salientou reafirmando a ampla vantagem de Siqueira em Paraíso do Tocantins, colégio eleitoral de Avelino.

Outro ponto que influenciou na derrota do grupo, segundo Iderval, foram as pesquisas divulgadas. “Isso confundiu muito, todo dia foi um resultado”, salientou.

Além de Ruidiard, o vice-prefeito de Aragominas, Antônio Libânio também apontou a infidelidade partidária como o principal problema para o grupo.