Campo

Foto: J. Freitas

A senadora Kátia Abreu (DEM-TO) considerou durante discussões na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA), ontem, terça-feira, 23, relevante discutir o trabalho da Agência Brasileira de Cooperação (ABC).

Segundo a parlamentar, a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), presidida por ela, vem realizando, em conjunto com a Agência, um trabalho de qualificação de trabalhadores e produtores na África, especificamente em Angola e deverá atuar também em Moçambique. Essas ações fazem parte de um acordo de cooperação para combate à fome e à extrema pobreza no continente africano, segundo as metas do milênio da Organização das Nações Unidas (ONU). Ela ressaltou ainda os trabalhos de pesquisa da Embrapa na África.

O presidente da CRA, senador Valter Pereira (PMDB-MS), disse considerar importante a institucionalização do trabalho da Embrapa o exterior, empresa cuja relevância ele afirmou ser reconhecida pelos integrantes da comissão.

Atuação da Embrapa no exterior

Ainda na terça-feira a Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) aprovou requerimento de autoria do senador Gilberto Goellner (DEM-MT) de realização de audiência pública para que sejam apresentados os trabalhos realizados pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no exterior.

O objetivo é subsidiar a discussão e votação da Medida Provisória (MP) 504/2010, que autoriza a criação de escritórios e representações da empresa no exterior. A MP, que modifica a lei que autorizou a criação da Embrapa (Lei 5.851 de 1972), está em exame na Câmara dos Deputados. Deverão ser convidados para a audiência o diretor-presidente da estatal, Pedro Arraes, e o diretor da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), ministro Marco Farani.

Goellner disse considerar como de grande importância o trabalho realizado pela Embrapa no Brasil e em âmbito internacional. Por isso, em sua avaliação, é importante ouvir os diretores para saber quais são os trabalhos a serem realizados e a forma como a instituição atuará.