Polí­tica

Foto: Arquivo Conexão Tocantins

O coordenador de transição, ex-senador Eduardo Siqueira Campos (PSDB) em entrevista ao Conexão Tocantins neste sábado, 27, afirmou que não interferirá na Assembleia Legislativa. “A essência do parlamentar é a negociação, eu vim de uma escola do entendimento e não do embate”, frisou.

Para o coordenador os deputados de oposição devem ter amadurecimento para lidar com o novo governo e primar pelo resultado nas urnas. “Eu entendo que haverá amadurecimento na AL no momento em que chegar o novo governo e ninguém vai procurar colocar obstáculo nessa situação”, disse.

O novo governo procurará ter uma relação aberta com os deputados estaduais, hoje, maioria na oposição, segundo o coordenador. “Não tenho preocupação com relacionamento na Assembleia”, frisou Eduardo.

Estabilidade política

Eduardo pregou ainda a necessidade de estabilidade política no novo governo. “Instabilidade política gera insabilidade administrativa”, disse. "Eu não acredito em nenhuma ação menor por parte de alguém na Assembleia Legislativa", ponderou.

Os trabalhos de transição seguem com o fornecimento de informações sobre as pastas, no entanto o coordenador já alertou que a atual situação financeira está complicada.