Economia

Foto: Luciano Ribeiro Decreto assinado pelo ex-governador Gaguim prevê que a isenção de ICMS fique apenas para pessoas que se enquadram nas  regras da resolução n.º 407 da Aneel Decreto assinado pelo ex-governador Gaguim prevê que a isenção de ICMS fique apenas para pessoas que se enquadram nas regras da resolução n.º 407 da Aneel

O Governo do Estado já executou a folha de pagamento dos servidores referente à 2ª parcela do 13º salário, com recursos da ordem de R$ 86.407.230,23. O dinheiro estará disponível para saque pelos servidores a partir da zero hora desta quarta-feira, dia 15.

A primeira parcela do 13º salário foi paga aos servidores no último dia 20 de novembro, quando foram disponibilizados R$ 59.061.826,52. E agora, menos de um mês depois, o governador Carlos Henrique Gaguim determinou a quitação completa do 13º salário.

É a primeira vez na história do Tocantins que os servidores estaduais receberam parte do 13º salário no mês de novembro e o restante antes do dia 20 de dezembro. No passado, o 13º salário era sempre pago após o dia 20 de dezembro. “Todas as nossas atenções, neste final de Governo é para cumprir e honrar com todos os compromissos assumidos, e o pagamento dos salários dos servidores é algo que sempre tratamos com a maior responsabilidade”, disse o governador Carlos Gaguim.

A novidade da antecipação pagamento do 13º salário é uma consequência do que já vinha acontecendo com a execução da folha. Uma das primeiras medidas do governador Carlos Gaguim, com relação aos benefícios aos servidores, foi mudar a data de pagamento dos mesmos.

Ao assumir o Governo, em setembro do ano passado, Carlos Gaguim determinou que a data de quitação da folha deveria ser no primeiro dia, ou até mesmo antes, do mês subsequente ao trabalhado. Nos anos anteriores, os servidores recebiam seus salários no quinto dia útil do mês seguinte ao trabalhado.

Fonte: Secom