Polí­tica

Foto: Divulgação

Passadas as eleições vários partidos começam a se reorganizar com relação aos diretórios municipais. Um exemplo é o PRB, presidido por Wanderlei Lacerda. A legenda é da base de Siqueira Campos (PSDB) e começa a trocar as direções de alguns diretórios, como por exemplo o de Palmas.

“Vamos reestruturar os municípios e abranger para outros”, salientou o presidente. Em Palmas o vereador Jucelino Rodriges que está à frente da legenda deve deixar o cargo. “Precisamos de um presidente que não seja candidato para que não aconteça injustiça”, frisou.

O critério para as novas nomeações nos diretórios é também uma análise da preferência dos diretórios no pleito do ano passado. Muitos presidentes não seguiram a orientação da regional de apoiar Siqueira Campos.

“O que vai pesar para ocupar a presidência do partido ou não é exatamente a participação no partido”, pontuou reafirmando que a legenda vai priorizar os dirigentes que pensam no coletivo e não apenas em questões pessoais.

Bom relacionamento

Lacerda salientou ainda em entrevista ao Conexão Tocantins que o partido tem afinidade com o governo e que não se preocupa com indicação de cargos para continuar na base governista. “Nossa preocupação não consiste em cargos, a postura do atual governo (na composição dos primeiro e segundo escalão) tem nosso total apoio”, salientou.

O partido se prepara para expandir os diretórios e ainda aumentar o número de filiados tendo em vista o fortalecimento para o processo eleitoral do próximo ano.