Estado

O Ministério Público Estadual (MPE) por meio do promotor de justiça Konrad Cesar Resende Wimmer abriu Inquérito Civil Público para averiguar um contrato da Fundação Unirg com um escritório de advocacia.

O procedimento aberto pela Promotoria de Justiça apura a regularidade da contratação do escritório de advocacia Bezerra e Castro S/S pela Fundação Unirg no valor de R$ 1.297.237,00 (um milhão, duzentos e noventa e sete mil, duzentos e trinta e sete reais).

Segundo o promotor de justiça, a instituição já possui quadro técnico jurídico permanente, e, portanto, não haveria necessidade de contratação.

Fonte: Assessoria de Imprensa MPE-TO