Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada federal Nilmar Ruiz (PR) encerra seu mandato na Câmara Federal neste mês de janeiro e se prepara para intensificar ações na capital tendo em vista as primeiras articulações para a disputa da Prefeitura de Palmas que acontecerá no próximo ano.

Para a deputada, a votação que recebeu na capital no pleito no ano passado e ainda seu desempenho nas urnas em 2008 são sinais de que a população de Palmas aprova sua atuação."É a prova de que a população aprova meu trabalho", afirmou.

No grupo do governador Siqueira Campos (PSDB) a parlamentar disputará a preferência com Marcelo Lelis (PV) e Eduardo Gomes (PSDB) que já se colocaram à disposição.

“O PV tem o nome do Marcelo Lelis, o PSDB o do Eduardo Gomes e o PR tem o meu”, salientou a parlamentar em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta quarta-feira, 19.

Nilmar assumiu a presidência nacional do PR Mulher e disse que terá como foco, assim que deixar a Câmara, expandir o partido no Estado. A republicana afirmou ainda que trabalhará numa assessoria do partido no Estado.

“Estou trabalhando no sentido de cumprir o planejamento que fiz e continuarei trabalhando em Palmas dando a atenção especial que a cidade merece principalmente na prevenção da gravidez na adolescência e outras demandas sociais”, salientou.

Cedo para conversar

Embora esteja à disposição do partido a deputada afirmou que é cedo para as articulações. Indagada se o presidente regional da legenda, senador João Ribeiro já conversou sobre o assunto a parlamentar frisou que não.

Para Nilmar, mesmo com a proximidade do senador com o prefeito de Palmas, Raul Filho (PT) uma possível articulação junto ao petista ainda precisa ser analisada.

O prefeito Raul afirmou ao Conexão Tocantins que apoiará quem tiver mais condições de construir uma candidatura que tenha a aprovação popular. Na oportunidade citou o deputado eleito Wanderlei Barbosa (PSB), a vice-prefeita Edna Agnolin (PDT) e ainda outros nomes como possíveis pré-candidatos.

PT e PMDB caminham também para as primeiras discussões em torno de possíveis articulações para 2012.