Polí­tica

O deputado da oposição, Sandoval Cardoso (PMDB) afirmou ao Conexão Tocantins que o grupo aceita trocar o nome da deputada Solange Duailibe (PT) como candidata caso o partido queira indicar Amália Santana ou José Roberto Forzani para a presidência.

“Eu aceito isso. Estamos abertos a qualquer discussão com o partido. Tanto para o PT quanto para outros insatisfeitos do lado de lá que quiserem vir”, salientou.

O PT reafirmou que a decisão de apoiar Raimundo Moreira (PSDB) é definitiva e que já deu a palavra aos parlamentares do grupo mas ainda assim membros da oposição afirmaram ainda acreditar que o partido mude de posição.

“Não entendo como o partido pode rejeitar a candidatura de um membro do próprio partido”, frisou.

Em Brasília

O deputado salientou ainda que Júnior Coimbra, deputado federal eleito pelo PMDB e o prefeito de Palmas, Raul Filho continuam em Brasília tentando articular apoio para Solange por parte da coordenação nacional do partido e ainda ao vice-presidente Michel Temmer.

Argumento

O PT argumenta que a decisão foi tomada em conjunto pela executiva e que inclusive a deputada Solange Dualibe (PT) foi comunicada. O anúncio de Solange Duailibe como candidata da oposição, segundo o presidente Donizeti Nogueira, pegou de surpresa as lideranças da sigla.

Dúvidas

O deputado Sandoval negou, mas nos bastidores há uma desconfiança em torno da posição do deputado Manoel Queiroz (PPS). O parlamentar está em viagem, segundo informou sua assessoria, e há uma expectativa, segundo fontes, que ele apoie Moreira também. O grupo mantém a confiança no voto do deputado, conforme Sandoval.