Polí­tica

Foto: Divulgação

Depois que a direção regional do Partido dos Trabalhadores divulgou que não vai discutir a candidatura da deputada Solange Duailibe (PT) e sim apoiar o tucano Raimundo Moreira na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa, várias lideranças do partido questionaram a posição.

É o caso por exemplo do prefeito de Dianópolis, José Salomão que afirmou estar perplexo com a decisão. “Estou querendo entender as razões disso. Fiquei perplexo com essa posição”, salientou.

O prefeito frisou que pretende conversar com o presidente da sigla, Donizeti Nogueira, para averiguar os motivos da decisão.

Outro a questionar foi o líder do prefeito de Palmas, Raul Filho, na Câmara de Palmas, Milton Neris. “Essa decisão é vergonhosa. Deixar de apoiar uma candidata nossa para apoiar outro!”, salientou.

Neris criticou o presidente Donizeti. “O presidente está na contramão do processo político, recentemente conquistamos a presidência da Câmara fortalecendo o partido e na Assembleia o presidente e os deputados deveriam fazer a mesma coisa”, frisou.

O vereador disse ainda que está triste pela decisão e que não é sua vontade. “Não fui consultado, essa foi uma atitude pessoal de um grupo dentro do partido”, afirmou.

Em Brasília, o prefeito Raul Filho tenta junto à direção nacional apoio para a candidatura da petista.