Estado

Foto: Divulgação

A ponte que liga Miracema do Tocantins a Lajeado e quese chamará Gabriel Marques Siqueira Campos e deve ser liberada para trânsito no próximo mês de agosto, antecipando, aproximadamente, cinco meses o prazo previsto para a finalização da obra.

A notícia foi dada no final da manhã deste sábado, 29, quando o governador Siqueira Campos vistoriou a construção da ponte acompanhado da primeira-dama Marilúcia Uchoa, do secretário Alexandre Ubaldo (Infra-estrutura), do secretário extraordinário de Articulações Institucionais, Raimundo Boi, do subsecretário executivo da Infra-estrutura, José Ribamar Maia Júnior, e da secretária Kátia Rocha (Cultura). “Vim pedir agilidade”, disse o governador, justificando que a pressa visa concretizar mais benefícios ao povo tocantinense.

Para a ponte levar o nome do neto do governador que foi vítima de um acidente aéreo neste mês é preciso ainda a aprovação na Assembleia Legislativa.

Nesta visita, o governador Siqueira Campos pediu para antecipar a entrega da obra sem prejuízo da qualidade e sem aumento do seu custo. A ponte estaiada está sendo construída sobre o Rio Tocantins, entre as corredeiras do Lajeado e do Funil Grande. Com extensão de 609,12 metros, ligando as rodovias TO-010 e Nicota Pires (TO-445), integrando as regiões Oeste, Nordeste e Centro-Norte do Tocantins à capital Palmas.

São responsáveis pela construção o Consórcio CMT Engenharia e a empresa Egesa. A obra está orçada em R$ 100.631.032,75, sendo que até hoje, 29 de janeiro de 2011, foram executados 56,98% da construção. Com a ideia de fazer de tudo para melhorar todos os setores no Estado, o Governador adiantou que mais pontes serão construídas, seis sobre o rio Tocantins e quatro sobre as águas do Araguaia.

Projeto de 1973, a ponte na região do Funil é um sonho antigo do governador Siqueira Campos que, ainda no ano de 1973, quando deputado federal, apresentou o primeiro projeto para construção da mesma e também o projeto de construção da Hidrelétrica do Funil, onde hoje está construida a UHE Lajeado.

Hoje, a ponte idealizada há tanto tempo, está sendo concretizada por meio de convênio firmado entre o Governo do Estado do Tocantins e o Ministério da Integração Nacional, com recursos garantidos pelo Governo do Estado e por emenda parlamentar do senador João Ribeiro e membros da bancada federal do Estado.

Da redação com informações da Secom