Educação

Até o início da manhã desta terça-feira, 1º de fevereiro, o Programa de Acesso Democrático à Universidade (PADU), contabilizava 1.620 inscrições. O número é bem superior ao registrado na primeira edição do Programa, em 2010, quando cerca de 300 inscrições foram anotadas. Para a pró-reitora de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários, Marluce Zacariotti, a expectativa é que pelo menos duas mil pessoas se inscrevam no processo.

Marluce acredita que o aumento significativo do número de inscrições deve-se à liberação da inscrição via internet e também à divulgação que foi realizada, tanto institucionalmente quanto pelas pessoas que fizeram a inscrição no ano passado. "Outra questão que pode explicar este aumento - além da inscrição na internet e à divulgação - é o fato de estarmos no início do ano. O candidato à uma vaga em um dos nossos cursos pode se programar melhor", pondera, acrescentando que o fato de ser um programa da própria Universidade Federal do Tocantins (UFT), também pesa para que o número tenha sido maior.

A pró-reitora enfatiza a necessidade de o candidato estar atento à comprovação da documentação. Ela lembra que, conforme o edital, a documentação será analisada por assistentes sociais, que farão a análise socioeconômica do candidato. "São 50 vagas e haverá uma lista de espera de mais 50 pessoas, para o caso de haver desistências", diz Marluce. Ela ressalta que o candidato também deve acessar o edital.

Inscrições

As inscrições para o Pré-Vestibular gratuito da UFT seguem abertas até a próxima quinta-feira (3). Os interessados poderão se inscrever através do portal da Universidade www.uft.edu.br. Acesse aqui o questionário socioeconômico para realizar a inscrição. Marluce acredita que até o final do processo, perto de duas mil inscrições sejam feitas. "Estes são os últimos dias e, geralmente, o número de inscrições aumenta", diz.

Quem pode concorrer

O PADU tem como público-alvo alunos que concluíram o Ensino Médio em escolas públicas e/ou conveniadas; que irão completar o Ensino Médio em escola pública e/ou conveniadas em 2011; estudantes que comprovem que, em razão da sua situação socioeconômica, encontram-se impossibilitados de pagar um Cursinho Pré-Vestibular privado e ainda que não cursem ou tenham cursado curso superior.

A seleção dos candidatos ocorrerá em três etapas:

- 1ª Etapa: Inscrição

- 2ª Etapa: Análise socioeconômica (etapa eliminatória)

- 3ª Etapa: prova escrita (etapa classificatória).

A divulgação da lista com os candidatos aprovados será no dia 28 de fevereiro de 2011 também pelo portal.

O edital completo pode ser conferido aqui.