Estado

Foto: Divulgação Recurso visava a execução do projeto comunicação visual do Aeroporto de Palmas e do Terminal Rodoviário Recurso visava a execução do projeto comunicação visual do Aeroporto de Palmas e do Terminal Rodoviário

Na última sexta-feira, 28 de janeiro, a Secretaria da Indústria, Comércio e Turismo do Tocantins teve que devolver aos cofres do Ministério do Turismo a importância R$ 146.793,40 relativa ao não cumprimento do Convênio assinado junto à União, mais precisamente com o Ministério.

O convênio que deveria ser realizado em 15 meses, chegou ao final de três anos sem ser executado.

O governo Siqueira Campos (PSDB) acusa a gestão anterior de ter pedido várias prorrogações de prazo, primeiro para maio de 2009, depois para setembro de 2009, em seguida setembro de 2010 e por último para dezembro de 2010; configurando segundo o governo atual, além da falta de cumprimento de um projeto importante para o Estado, um exercício de clara inoperância administrativa.

O convênio em questão visava a execução do projeto “Comunicação Visual do Aeroporto Internacional Lysias Rodrigues e do Terminal Rodoviário de Palmas” e o montante dos recursos agora devolvidos aos cofres da União, dariam por exemplo, no âmbito do Estado, para serem adquiridas cerca de quatro mil cestas básicas segundo o governo.