Polí­tica

Foto: Divulgação

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta quinta-feira, 3, o deputado Marcelo Lelis (PV) comentou sobre a formação das comissões parlamentares da Assembleia Legislativa, além dos planos para a eleição municipal de palmas, em 2012.

O deputado informou que, mesmo sendo um nome forte para concorrer à Prefeitura de Palmas no ano que vem, ainda é necessário aguardar a decisão de seu grupo. De acordo com ele, esta definição é mais complicada para o Executivo, do que para as definições prévias para o Legislativo.

“Quando você trata de proporcionais, você define o projeto e pode dizer com antecedência o que vai fazer. Na majoritária esta definição não é tão simples. Você depende da definição do grupo, do partido”, informou o deputado.

No caso da candidatura de Lelis, esta definição ainda passa pelo crivo de seu grupo político, que conta com o PSDB do governador Siqueira Campos. Um dos nomes fortes dentro do grupo do governador é o do deputado federal Eduardo Gomes (PSDB) que já demonstrou vontade de concorrer para a prefeitura, com o aval de Siqueira.

No entanto, o deputado do PV diz que não vê, por parte do governador, esta preferência pelo nome de Gomes. “Não vejo por parte do governador Siqueira Campos nenhuma indicação neste sentido. Tenho certeza que ele vai esperar esta questão apurar e definir no período das convenções”, completou.

Disputa no PV

O deputado Marcelo Lelis ainda pode enfrentar uma disputa interna dentro de se próprio partido. No final do ano passado, o empresário Carlos Amastha, filiado ao Partido Verde, já havia declarado que tem a intenção de disputar as eleições do ano que vem para a prefeitura.

Sobre esta possível disputa interna, o deputado frisou que não vê problemas e que isso só engrandece o partido, que ainda está em fase de crescimento. “Eu vejo isso com muito bons olhos. O PV é um partido em crescimento e já tem dois nomes pretendendo o cargo”, relatou.

Críticas à atual gestão

Sobre os problemas que a prefeitura enfrenta no final da gestão de Raul Filho (PT), Lelis frisou que a capital sofre com os “buracos e com as obras paralisadas”.

Lelis informou que pretende encaminhar ao plenário da Assembleia Legislativa, material pedindo esclarecimentos sobre as obras sem andamento na capital. “Principalmente aquelas que contam com recursos do governo federal”, frisou.

O deputado ainda se mostrou preocupado e concluiu dizendo que aguarda um posicionamento da prefeitura com relação aos problemas de Palmas. “Eu não vejo por parte do prefeito nenhuma expectativa de ações”, completou.