Estado

Foto: Divulgação

O defensor público geral do Estado do Tocantins, Marcello Tomaz de Souza, afirmou na manhã desta quinta-feira, 10, durante cerimônia de lançamento do Projeto Força Estadual Permanente de Assistência e Defesa ao Preso, que este serviço de assistência e defesa ao preso, oferecido pela Defensoria Pública, terá uma atuação permanente e será uma das principais prioridades de sua gestão.

“Precisamos derrubar as barreiras do preconceito e voltar atenção ao ser humano e à sua família, que precisam do Estado. O preso não pode ser penalizado eternamente, é necessário resgatar sua autoestima e humanizar essa relação com o Estado”, afirmou o defensor público geral.

O defensor público geral traçou um comparativo entre a evolução tecnológica e de informação da sociedade e a realidade carcerária que seguem caminhos antagônicos. “A sociedade avança a passos largos em termos tecnológicos, porém o sistema prisional ainda sobrevive como na idade medieval e isso não podemos mais admitir”, frisou.

Marcello Tomaz de Souza finalizou conclamando os defensores públicos e instituições parceiras a se engajarem nesta ação, com o objetivo de diagnosticar a realidade prisional do Estado.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Defensoria Pública