Polí­tica

Foto: Divulgação

Dois deputados petistas Amália Santana e José Roberto Forzani fizeram pronunciamentos na sessão desta quinta-feira, dia 10, para comemorar os 31 anos existência do Partido dos Trabalhadores, criado em 10 de fevereiro de 1980. “O PT nasceu da decisão dos explorados de lutar contra um sistema econômico e político que não podia resolver os seus problemas, pois só existia para beneficiar uma minoria de privilegiados”, lembrou José Roberto.

Já a deputada Amália Santana destacou uma citação de Zeca do PT que diz: “Não somos cabos eleitorais, mas, sim, militantes movidos pela paixão, pelo sonho e pela vontade de lutar sempre. Temos o desafio de reconstruir sonhos e motivações”. Ela destacou também que o partido conseguiu colocar um homem do povo na presidência e depois uma mulher, quebrando conceitos sociais, mitos e paradigmas. “Como deputada petista, reafirmo nosso compromisso com os movimentos sociais, com as trabalhadoras e trabalhadores deste Estado. A cada um, a nossa saudação, por fazer do PT o partido que faz a diferença na história do Brasil”.

Eles ainda discorreram sobre a trajetória de luta do PT, destacando sua participação nas lutas dos movimentos sindicais e sociais, combatendo a exploração, a opressão, a desigualdade, a injustiça e a miséria. “O PT tem um projeto político diferenciado para o País e esse projeto que alia desenvolvimento econômico, social e ambiental sustentáveis é uma conquista da militância do PT e do povo brasileiro, fruto de um esforço coletivo, construído ao longo de décadas”, enfatizou Zé Roberto.

Ao final dos discursos, os dois parlamentares citaram nomes de militantes históricos do partido no Tocantins, como Amilton Pereira, Lurdes Goi, Donizete Nogueira, Rosimar Mendes, Maria Helena, Neilton Araújo, Dr. Eduardo Manzano, Drª Eloísa Manzano, Atos Pereira, Osvaldo Alencar, José Santana Neto, José Cardoso, Milne Freitas, Dr. Cleber, Mineirinho, Célio Moura, Conceição, além de Padre Josimo e José Pereira, dentre outros.

Fonte: Dicom/AL