Polí­tica

Foto: Divulgação

“A população não quer pagar mais caro para ter mais ônibus. Querem pagar um preço justo por um serviço de qualidade”. Foi com essa frase que o vereador Fernando Rezende (DEM) iniciou seu pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira, 15, na Câmara Municipal de Palmas. O parlamentar tornou público os números de uma pesquisa realizada na semana passada que revela a opinião da população palmense sobre a qualidade do serviço de transporte coletivo na capital.

Rezende disse que 81,9% da população prefere uma tarifa mais baixa a ter mais ônibus (9,8%) ou veículos mais novos (8,3%). Outro dado revela que 62,4% diz que o transporte coletivo piorou nos últimos 2 anos. Já 68% dos usuários dizem que não pagariam mais para terem o dobro de ônibus. “Os números comprovam a insatisfação com o serviço prestado. Não é hora de falarmos em aumento de tarifa, mas de como o serviço é prestado”, disse Rezende.

Atualmente a gestão do sistema de transporte coletivo é feita pelo Seturb (Sindicato Estadual de Transporte Urbano) e gera um gasto de mais de R$ 480 mil por mês, o que encarece o preço da passagem. “Temos que rever a gestão do sistema. Temos que trazê-la para o município. A passagem fica de 6 a 10 centavos mais cara só com o gasto com administração. Foi uma decisão equivocada da gestão anterior a do Raul, mas que ele pode reverter”, disse o vereador que informou que 78% da população não está satisfeita com o atendimento do Seturb.

Carnaval

O vereador Fernando Rezende também teceu críticas à decisão da Prefeitura de Palmas de não realizar o carnaval na capital. Para ele o erro partiu do secretariado. “Foi uma incompetência dos gestores e auxiliares das pastas. Não foram competentes o suficiente para orientar o gestor Raul para a realização do carnaval”.

Rezende informou que enviará ofício ao governador Siqueira Campos solicitando ajuda para a realização do evento na capital. O parlamentar sugeriu que se faça uma estrutura mais modesta, mas que ofereça uma proposta de entretenimento às famílias palmenses. “Temos que criar uma tradição de blocos. Se gasta menos e populariza o carnaval. Lembro da criação do Bloco “Eu Ia” quando o governador Siqueira Campos solicitou ao secretariado que ficasse em Palmas para prestigiar o evento”, concluiu Rezende

Ainda durante a sessão desta terça-feira, o vereador encaminhou 19 requerimentos sobre galhadas, iluminação pública e retirada de lixo em diversas quadras da capital.

Fonte: Assessoria de Imprensa Fernando Rezende