Estado

Foto: Divulgação Jornalista Maurício Fenelon Jornalista Maurício Fenelon

Atendendo às antigas reivindicações da classe jornalística do Estado, o Sindjor/TO (Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Tocantins) colocou em atividade uma representação da entidade em Gurupi para atender os profissionais de comunicação da região sul.

O escritório do Sindjor em Gurupi está sediado junto à rádio comunitária Nova FM 104,9 situado na Avenida Piauí esquina com a rua 7, no centro da cidade. A sala foi cedida pelo diretor da rádio, o jornalista Paulo Albuquerque, que viu a importância da presença do Sindjor mais próximo do curso de Jornalismo do Centro Universitário Unirg.

Com esta representatividade do Sindjor em Gurupi os jornalistas, assim como os acadêmicos de jornalismo, não terão mais a necessidade de se deslocarem até Palmas, onde fica a sede da entidade, para realizarem suas sindicalizações, buscarem suas identidades de jornalistas ou mesmo buscarem informações sobre seus direitos profissionais.

Todos os procedimentos poderão ser realizados por meio do escritório de Gurupi que conta com um representante responsável, o jornalista Mauricio Fenelon, residente em Gurupi há mais de 20 anos, ex-professor de jornalismo na Unirg e que conta com bom relacionamento com a classe na região.

O escritório tem uma estrutura simples, porém contando com os equipamentos necessários para o funcionamento adequado. O local poderá ser utilizado também pelos jornalistas sindicalizados que estiverem em trânsito e precisarem de um apoio logístico para suas atividades.

Em breve o presidente do Sindjor, Júnior Veras, acompanhado de alguns diretores da entidade, irá a Gurupi para realizar a inauguração oficial da estrutura, ocasião em que os jornalistas, acadêmicos e veículos de comunicação serão convidados a participarem.

Fonte: Assessoria de Imprensa