Estado

O senador João Ribeiro participou nesta sexta-feira (25), em Palmas, do lançamento da pedra fundamental das futuras instalações da unidade de Pesca e Aquicultura da EMBRAPA do Tocantins. A obra de construção da sede da EMBRAPA Pesca e Aquicultura tem aporte orçamentário assegurado de R$ 12 milhões do Programa de Fortalecimento e Crescimento da Embrapa (PAC Embrapa). Além deste valor, a bancada do Tocantins aprovou emenda parlamentar ao Orçamento da União de R$ 10 milhões para o aparelhamento do Centro.

Coordenador da bancada parlamentar, João Ribeiro testemunhou que o apoio dos deputados federais e senadores para a construção do primeiro centro de pesquisa de pesca e aqüicultura da Embrapa foi “imediato e unânime dos parlamentares em Brasília”. Na discussão dos 11 parlamentares do Tocantins em Brasília sobre as prioridades da bancada para o Orçamento da União 2011 realizada no final do ano passado, os valores do Centro da Embrapa “foram aprovados sem questionamento”.

Centro de Pesca e Aquicultura de Palmas

Localizado na região norte de Palmas em terreno de 990 mil mts2, o Centro terá uma área construída de 4.500 mt2 de, incluindo laboratórios nas áreas de bromatologia, biotecnologia, biologia aquática, microbiologia, parasitologia, histologia, biofísica ambiental, ecofisiologia, produção vegetal, geomática e solos. A unidade engloba ainda um campo experimental em Buritirana (60 km de distância da capital) no qual serão desenvolvidas pesquisas na área de sistemas agrícolas.

O projeto do centro de pesquisas inclui também uma planta piloto para processamento de pescado, área de gerenciamento de resíduos laboratórios, fábrica de ração, estação meteorológica e prédios para realização de treinamentos voltados para a psicultura. Com 73 tanques escavados, a unidade de Palmas terá ainda parte do seu terreno margeando uma barragem de 300 mil mts2 de lâmina d´água, que servirá para o abastecimento das instalações.

A construção do primeiro centro de pesquisa da pesca e aqüicultura em Tocantins está sendo planejado desde 2007. Segundo o senador João Ribeiro, com os recursos assegurados e a vontade política em todos os níveis a favor, “o Centro está fadado ao sucesso”, podendo se transformar tão logo inicie seu funcionamento, num verdadeiro centro internacional de pesquisa do setor.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ João Ribeiro

Por: Redação

Tags: Embrapa, João Ribeiro, Pesca e Aquicultura