Polí­cia

O governador Siqueira Campos expressou nesta quarta-feira, 2 de março, através de nota, repúdio pelo crime contra o ativista dos Direitos Humanos, Sebastião Bezerra da Silva.

Segundo o governador, o secretário estadual da Segurança Pública está orientado a adotar as mais “urgentes e enérgicas providências” para a elucidação do crime.

Na nota o governador ainda pede a colaboração do povo tocantinense para o esclarecimento do que chama de “terrível crime que a todos nós comove, inquieta e preocupa porquanto não há como conviver com a impunidade”, conclui.

Veja abaixo a nota na íntegra

NOTA DE REPÚDIO AO ASSASSINATO DE SEBASTIÃO BEZERRA DA SILVA

O Governo do Estado expressa, perante a sociedade, o mais veemente repúdio ao covarde crime perpetrado, no último dia 27, contra Sebastião Bezerra da Silva, amado e respeitado líder na defesa dos direitos humanos.

O jovem articulador, assessor educacional do Centro de Direitos Humanos de Cristalândia e Secretário Regional do Movimento Nacional de Direitos Humanos, notabilizou-se pelo seu nobre caráter de líder respeitado e de idealista íntegro e probo.

O bárbaro assassinato suscita nos corações dos tocantinenses, com muita tristeza, o elevado clamor por justiça, evocando o sentimento de repulsa a todo tipo de violência nas relações das pessoas entre si.

O Secretário da Segurança Pública está orientado a adotar as mais urgentes e enérgicas providências para a pronta elucidação do fato criminoso e justa punição dos culpados.

Roga-se, por fim, a colaboração do povo tocantinense para o esclarecimento do terrível crime que a todos nós comove, inquieta e preocupa porquanto não há como conviver com a impunidade.

JOSÉ WILSON SIQUEIRA CAMPOS

GOVERNADOR DO ESTADO