Educação

O Ministério da Educação instituiu uma prova nacional de concurso para ingresso na carreira docente, uma avaliação que subsidiará a admissão de professores de educação básica no âmbito de estados, Distrito Federal e Municípios. A normativa foi publicada no Diário Oficial da União, no dia 03 de março de 2011.

A medida pretende determinar parâmetros para auto-avaliação dos participantes e ter informações qualitativas para subsidiar políticas públicas de formação inicial e continuada dos professores.

A prova será realizada uma vez por ano, será facultativa e caberá ao Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais ser responsável pela coordenação e aplicação. A realização da primeira prova está prevista para acontecer em 2012.

A prova nacional de avaliação de professores faz parte de um pacto celebrado entre o Ministério da Educação com o Consed – Conselho Nacional de Secretários da Educação, Undime – União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação e CNTE – Conselho Nacional dos Trabalhadores em Educação.

Ficou estabelecida a criação de um Comitê de Governança composto por representantes de diversas entidades ligada à educação, que será responsável para avaliar a matriz de referência da prova, opinar sobre procedimentos e formas de adesão, entre outros itens.

A professora Ana Paula Prevedello, que atua no setor de formação continuada da Diretoria Regional de Ensino de Gurupi, Tocantins, explicou que a prova será importante para valorização da profissão do professor. Ana Paula frisou que por meio da prova, os professores poderão fazer uma auto-avaliação dos seus conhecimentos e do seu trabalho. Sobre a formação continuada, Ana Paula ressaltou que houve uma adesão por parte da maioria dos professores e estes são os que se destacam no item qualidade do ensino.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Seduc