Campo

Foto: Divulgação

A Secretaria Estadual da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário do Tocantins (Seagro) estuda medidas para expandir a produção avícola no Tocantins. As ações necessárias para o crescimento do setor no Estado foram debatidas na manhã desta quarta-feira, 16, entre o titular da Seagro, Jaime Café, o diretor executivo da pasta, Ruiter Pádua, e criadores de frango.

Presentes na reunião, membros da AVINTO – Associação dos Avicultores do Norte do Tocantins dizem ter expectativa de triplicar a capacidade instalada dos índices de criação de frangos até 2015 no Tocantins.

Atualmente, os produtores da região Norte do Estado criam frangos em 200 galpões. Porém, a expectativa para 2015 é aumentar para 600 galpões. Cada galpão tem capacidade de criar 30 mil aves, alcançando uma criação de 18 milhões de aves, em cada ciclo de 60 dias.

Segundo o presidente da Avinto, Manoel Alves Araújo, a criação atual ainda está sendo exportada para outros Estados, principalmente das regiões Norte e Nordeste do País. “A partir de 2013, quando iniciaremos o abate dos frangos no Tocantins, na Asa Norte, no município de Aguiarnópolis, a tendência é de crescer essa oferta da carne avícola no Tocantins”, projetou.

Segundo o secretário da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento, Agrário, Jaime Café, o governo do Estado está otimista em investir neste segmento. “O governo tem demonstrado apoio em todos os segmentos agropecuários para geração de emprego e renda. E o [setor] avícola é um deles que terá um atendimento especial”, enfatizou.

Manoel Alves manifestou que atualmente os criadores de aves da região possuem 104 projetos de granjas para expansão nesta área. “Estamos pleiteando um valor de R$ 34 milhões nas agências financeiras para a expansão de nossas granjas”, lembrou.

Fonte: Assessoria de Imprensa Seagro