Palmas

O Ministério Público Estadual (MPE) recomendou ao Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Ciência e Emprego, José Arcanjo Pereira Junior, que tome providências para garantir maior segurança aos usuários da Praia do Caju, especialmente aos banhistas que frequentam o local.

A finalidade da recomendação, expedida pelo promotor de Justiça Pedro Geraldo Cunha de Aguiar, é evitar possíveis ataques de piranhas e prevenir novos incidentes dessa natureza, que vem pondo em risco a integridade física dos banhistas, sobretudo na Praia do Caju.

Dentre as medidas recomendadas ao secretário, constam a afixação de placas em toda a extensão da praia, informando sobre os cuidados a serem tomados pelos banhistas com o uso adequado do local, e fixação de placas constando as datas para início e término das obras de infraestrutura naquela praia.

Solicita ainda que seja delimitada uma área exclusiva para banho, cercada por tela adequada de proteção, e realizado trabalho educativo com os comerciantes para evitar que sejam lançados alimentos dentro do lago, ação responsável por atrair os peixes para a margem.

O promotor recomenda ainda que as medidas se estendam às demais praias da capital, observando-se as particularidades de cada uma. O prazo máximo para a adoção das medidas é de até 60 dias.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ MPE