Economia

Foto: Divulgação

A Subsecretaria de Trabalho da Secretaria de Trabalho e Assistência Social por meio da Diretoria de Qualificação Profissional começou a executar o PEA - Programa Emprego Apoiado que visa inserir no mercado de trabalho as pessoas com deficiência, independente do tipo ou nível de deficiência do trabalhador.

Os técnicos da Subsecretaria vão iniciar as visitas nas empresas esclarecendo a respeito dos serviços, que são gratuitos e favorecem tanto o trabalhador, que precisa de um lugar no mercado, quanto o empresário, que precisa cumprir a Lei 8.213/91, regulamentada em 1999, que obriga as empresas a contratar de 2% a 5% de pessoas com deficiência para os seus quadros.

De acordo com a subsecretária de Trabalho, Mariza Sales, essa ação consiste em não rejeitar nenhuma pessoa que se apresente no Sine. Ainda ela a intenção é começar o programa no município de Palmas e tão logo levá-lo para os demais municípios com os postos do Sine.

Passo a Passo

O Programa Emprego Apoiado consiste no processo de avaliação do candidato, que verifica as habilidades, os seus interesses, bem como as suas possíveis necessidades de apoio, que são avaliados detalhadamente para que haja a inserção. A próxima fase é a busca do emprego adequado para o trabalhador, que consiste em visitas e contatos com os empregadores; logo em seguida deve ser realizada a avaliação do local de trabalho com a observação do posto e de todos os ambientes da empresa, verificando as tarefas juntamente com o empregador. Depois dessas etapas a equipe técnica da Setas deve avaliar fatores como: transporte, habilidade física, comportamento social, autonomia nas atividades da vida diária, motivação do candidato, apoio da família, para enfim, fazer a colocação do trabalhador com deficiência com todas as formalidades legais.

Depois de colocado, o trabalhador passará por um período de treinamento no local de trabalho para que ele possa atender a expectativa da empresa que é a produtividade, relacionamento e conduta profissional. Após todas essas etapas a Subsecretaria de Trabalho ainda deve fazer o acompanhamento periódico do empregado observando as suas necessidades.

Os trabalhadores com deficiência devem fazer cadastro junto ao Sine – Sistema Nacional de Empregos de Palmas e Taquaralto, caso haja algum tipo de dificuldade em ir até o posto mais próximo, o trabalhador ou a empresa interessada nesse serviço deve entrar em contato com o setor responsável pelo telefone 3218-1930.

Fonte: Assessoria de Imprensa Setas