Polí­tica

Foto: Divulgação

A previsão de discussão das emendas protocoladas para análise no orçamento estadual foi frustada nesta terça-feira, 29.

Os deputados farão a discussão do relatório do deputado Amélio Cayres (PR) e das emendas coletivas e individuais nesta quarta-feira, 29, quando está previsto a votação da peça orçamentária.

O presidente Raimundo Moreira (PSDB) afirmou que a Casa tem condições de enfim votar o orçamento amanhã no entanto há possibilidade de algum parlamentar da oposição pedir vista o que pode adiar a votação.

Na sessão desta terça-feira os deputados discutiram na comissão apenas a Medida provisória 11 que trata da reestruturação das secretarias e órgãos do governo e logo após o presidente encerrou a sessão.

Nesta quarta-feira, 30, a Casa faz duas sessões regimentalmente mas extras devem ser convocadas para a votação também de outras matérias.

O relator tenta buscar o consenso com relação às emendas individuais apresentadas e também sobre o remanejamento proposto pela bancada de oposição de apenas 10%.

O Tocantins é o único Estado que não tem aprovado ainda o orçamento estadual e com isso o governo atravessou três meses usando apenas 1/12 avos conforme permitido pela lei. Em recente entrevista ao Conexão Tocantins o governador Siqueira Campos (PSDB) afirmou que está sem condições de fazer o que planejou pela falta do orçamento porém frisou que acredita na responsabilidade dos deputados com relação á matéria.