Polí­tica

Foto: Divulgação

Mesmo assinando junto com outros vereadores da base do prefeito de Palmas, Raul Filho (PT) uma nota contra a expulsão do gestor e da deputada estadual Solange Duailibe por parte dos membros do diretório, o vereador Bismarque do Movimento (PT) segundo afirmou sua assessoria de imprensa ao Conexão Tocantins, não pretende deixar o partido.

“Não existe pretensão, nunca foi cogitada essa possibilidade”, salientou a assessoria do vereador.

Os vereadores de Palmas, Milton Neris (PT) e Ivory de Lira (PT) discutem e devem acompanhar a deputada estadual Solange Duailibe para o Partido Social Democrático ainda em fase de criação. Outros petistas ligados ao casal estudam também a possibilidade de deixar os quadros do partido além dos vereadores Norton Rubens (PRB) e José Hermes Damaso (PDT).

A assessoria do vereador informou inclusive que ele não participou de nenhuma conversa no sentido de deixar a legenda.

Bismarque é representante dos movimentos sociais do partido na Câmara e já foi líder do prefeito na Casa.

O PT já avisou que vai pedir o mandato da deputada Solange Duailibe. O casal tem dez dias para recorrer da expulsão da legenda.