Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada estadual Josi Nunes (PMDB), suplente Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Tocantins, participou na manhã desta quinta-feira,05, de uma reunião com os deputados estaduais do Maranhão, Léo Cunha (PSC) e Alexandre Almeida (PT do B).

O encontro que contou também, com a presença do Presidente da casa Raimundo Moreira (PSDB) e do deputado estadual Marcelo Lelis (PV), discutiu sobre os impactos ambientais ocorridos com a construção da hidrelétrica de Estreito.

De acordo com denuncias, pelo menos 20 toneladas de peixes já morreram, afetando a população da cidade, pescadores e até mesmo tribos indígenas localizadas na região.

Segundo o deputado Alexandre, relator da Comissão de Meio Ambiente do Legislativo maranhense, o objetivo da vinda ao Tocantins é promover um debate político e chamar a atenção para assunto, já que grande parte dos municípios afetados pertence ao Estado. “Nós entendemos que precisamos organizar um amplo debate político por que a situação é muito mais grave do que se imagina, daí a urgência de se fazer uma integração com o Tocantins para tentarmos equacionar os problemas que, por ventura, estejam ocorrendo”, ressaltou.

Ainda segundo o parlamentar, as informações colhidas durante a visita ao Tocantins, subsidiarão os debates na Audiência Pública que será realizada na cidade de Estreito no próximo dia 29 de maio.

Preocupada com a grande mortalidade de peixes na região da usina, a deputada Josi comprometeu-se, em parceria com a Comissão de Meio Ambiente, a fazer gestões junto ao Estado e Naturatins para fiscalizar a região da usina e buscar soluções. “ A energia é importante para o desenvolvimento, mas os peixes, a vida e a preservação desse ecossistema que está sendo degradado é mais importante”, completou a parlamentar.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Josi Nunes