Campo

Foto: Divulgação

A abertura oficial da 11ª edição da maior feira de tecnologia agropecuária da Amazônia, a Agrotins, que acontece até o dia 14 de maio, no Parque Agrotecnológico de Palmas, será aberta oficialmente pelo governador do Tocantins, Siqueira Campos, pelo ministro da Agricultura, Wagner Rossi, e pelo secretário da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Jaime Café, nesta quarta-feira (11), a partir das 10 horas.

Para o secretário de Agricultura, Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Jaime Café, o mundo está vivendo um momento importante em que a produção de alimentos terá que aumentar para suprir a expansão da população mundial. “Por outro lado, a crescente preocupação com o uso dos recursos naturais e as consequências ambientais das práticas agrícolas, demanda que o aumento da produção esteja aliado a uma política de desenvolvimento sustentável”, frisa.

O secretário ressalta que a agricultura mundial deve, portanto, incorporar três desafios: o aumento demográfico e a segurança alimentar, a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais e a diminuição prevista dos estoques de combustíveis fósseis. “E a Agrotins é um momento importante uma vez que a agropecuária é a vocação natural do Tocantins. A feira vai levar aos produtores e criadores as inovações tecnologias do setor, para que o aumento na produção de alimentos não comprometa a sustentabilidade”, ressalta Café.

Movimentação

Com recorde no número de expositores, mais de 400, a expectativa da comissão organizadora da Agrotins é de que a feira também se supere em volume negociado, na casa dos R$ 70 milhões e no número de visitantes, aproximadamente 50 mil pessoas. Para dar prioridade ao desenvolvimento sustentável da agricultura, o tema da Agrotins 2011 será “Agropecuária de Baixo Carbono”.

A feira movimenta todos os setores da economia da região, especialmente de Palmas. Em 2010, foram 358 expositores, 5.271 cursos de capacitação e a movimentação econômica para a Capital foi de RS 3,2 milhões. Além disso, nos cinco dias da Agrotins foram gerados 605 empregos diretos.

O evento já se consolidou como espaço para excelentes oportunidades de negócios, transferência de tecnologia, vitrine para novos produtos e serviços que facilitam a vida do homem do campo. A Agrotins é aberta a toda a sociedade e deve atrair principalmente produtores rurais, técnicos, pesquisadores, estudantes e empresários ligados ao agronegócio.

A feira, que está inserida no Calendário Nacional de Eventos do Mapa - Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, é promovida pelo Governo do Estado do Tocantins, por meio da Seagro e suas vinculadas (Adapec, Ruraltins e Itertins) e conta com a parceria de instituições públicas, da iniciativa privada e de entidades de classe ligadas ao setor produtivo.

Fonte: Secom