Economia

Foto: Fernando Campos

O grupo Eurolatina, empresa especializada em logística, participação em investimentos e biomassa, apresentou na tarde desta quarta-feira,11, os projetos Ecoporto Praia Norte e Pequeno Marinheiro à representantes do Sistema Fieto, Secretaria das Cidades, Secretaria da Indústria e Comércio e Sebrae Tocantins. O Ecoporto de Praia Norte, que possui área de 150 hectares, é planejado pelo governo do Estado do Tocantins em cooperação com o grupo Eurolatina.

Durante reunião foi feita uma breve apresentação da Comunidade Europeia (CE), onde foi explanada as áreas de atuação da CE para investimentos em projetos e programas de fomento e desenvolvimento sustentável.

Entre os benefícios que o grupo traz para o Tocantins está a ligação estratégica do Estado ao Atlântico através do sistema hidroviário, industrialização do Bico do Papagaio e renovação da logística da Zona Franca de Manaus.

De acordo com o presidente do grupo Eurolatina, Klaus Weyand, será criada uma nova logística para o Brasil e, especificamente, Tocantins. “O maior gargalo do agronegócio se chama logística. Acreditamos que a criação desta nova rota irá beneficiar produtores e sociedade em geral”, afirma.

Representando o presidente do Sistema Fieto, Roberto Magno Martins Pires, estava o vice-presidente Emilson Vieira, que salientou a participação da Federação para o desenvolvimento do Ecoporto. “Vemos que a implantação do Porto passa por uma exigência de mão de obra qualificada para sua construção e operacionalização. O projeto Pequeno Marinheiro vem preencher essa lacuna e capacitará, em seus diversos estágios, mão de obra”, disse.

Fonte: Assessoria de Imprensa Fieto