Polí­tica

Foto: Divulgação

O PTN nacional vive uma crise interna que resultou nesta segunda-feira, 16,na destituição do presidente estadual da legenda, Júnior Luiz.

Aleomar Gama seria o nome escolhido para estar à frente da legenda provisoriamente. No entanto Júnior Luiz alega que tem certeza do retorno ao comando do partido. “Estou tranqüilo com certeza eu vou voltar como presidente”, salientou em entrevista ao Conexão Tocantins. Gama não é filiado ao partido, alega Júnior Luiz.

José de Abreu que comandava nacionalmente o PTN também foi destituído. “Isso tudo é fruto da oposição que existe na executiva nacional do partido”, explicou Júnior.

O impasse deve ser finalizado após decisão na justiça sobre o comando do partido nacional. “A Procuradoria eleitoral já deu um parecer reconduzindo José de Abreu como presidente legítimo”, disse Júnior. Ainda não há confirmação oficial sobre aval jurídico para retorno de José de Abreu.

Segundo Júnior Luiz, até em estados em que o partido é mais forte e tem representatividade de eleitos com mandatos os diretórios foram destituídos.

Ainda esta semana todos os prefeitos, vereadores e deputados da legenda vão se reunir com José de Abreu, segundo informou Júnior Luiz.