Estado

Foto: Wilson Rodrigues

O governador Siqueira Campos anunciou na tarde desta segunda-feira, 6, uma série de ações de recuperação da malha viária do Estado. Ao todo serão investidos R$ 655,5 milhões, e de acordo como secretário da Infraestrutura, Alexandre Ubaldo, as obras terão início imediato. As medidas, segundo o governador, visam à integração do Estado com todo País e é mais um paço para a restauração do Tocantins.

“É aquilo que o homem com um dos diversos municípios, que está as vezes numa expectativa enorme. É um levantamento desse animo, essa força que ele precisa para saber que tem um governo preocupado com a restauração de toda malha rodoviária, um governo preocupado de levar a frente todo o plano de obras para organizar o Estado e para fazer as coisas funcionarem melhor para aquele que trabalha, que produz ou para quem precisa trabalhar se sentir mais apoiado e com maiores e melhores oportunidades”, afirmou o governador.

Durante a apresentação o secretário do Planejamento e Modernização da Gestão Pública, Eduardo Siqueira Campos, enfatizou que com as ações anunciadas hoje, o Governo do Estado demonstra seu compromisso com o povo que está em primeiro lugar e assume a responsabilidade de tocar as obras das quais a população necessita.

“Essas obras estavam paradas devido a problemas que são inumeráveis, mas este Governo acredita que obra parada é a mais cara. Temos o dever de não deixar nenhuma obra parada, mesmo que exista este ou aquele problema. Os criadores dos problemas vão se entender com a Justiça e as cortes de contas que deles cuidem, porque a nós cabe cuidar do povo. Não nos interessa quem criou o problema, vamos dar soluções e fazer aquilo de que a população necessita. Estamos assumindo a responsabilidade de colocar todo o Estado em andamento dando continuidade a estas obras”, afirmou o secretário.

Ações

Entre as ações anunciadas estão a terceira etapa do Programa de Desenvolvimento Regional Sustentado –PDRS, que estavam paralisadas desde julho do ano passado, o Programa Emergencial de Recuperação das Rodovias Estaduais, que vai recuperar 39 trechos e fará a roçagem de outros 89, início de pavimentação asfáltica de cinco trechos, a retomada de obras asfálticas que estavam paralisadas em 14 trechos e a conclusão das pontes de Lajeado e Barra do Ouro. Além disso, o governador também anunciou que ficam contratados a partir de hoje os projetos e licenças ambientais para viabilização da pavimentação de 11 novos trechos, entre eles o entroncamento da Avenida Teotônio Segurado/Agrotins.

Segundo o secretário Alexandre Ubaldo as obras emergenciais já foram iniciadas e a previsão é que em aproximadamente 90 dias os resultados já possam ser sentidos pela população. “Estamos trabalhando em cima do estritamente necessário e todas as ações serão paralelas. A previsão é que no máximo em três meses os resultados já estejam à disposição da população”, enfatizou o secretário.

Duplicações e integração

O governador antecipou ainda durante a apresentação que irá à Brasília ainda nesta semana para defender a duplicação da BR 153. “É um projeto antigo que levantei no meu primeiro governo, não tem razão de a Belém/Brasília ficar com uma pista única. Vamos ao Governo Federal para mostrar que a duplicação vai baratear os custos e que existem empresas interessadas em fazer essa duplicação”, explicou o governador.

Outro pleito que será defendido pelo Governo do Estado junto ao Governo Federal é a duplicação das Rodovias que ligam Porto Nacional, Paraíso do Tocantins, Miracema do Tocantins e Miranorte a Palmas. “Também vamos defender junto ao Governo Federal aquilo que foi tratado quando nós entregamos um trecho da TO 50 já pavimentado, da Rodovia Coluna Prestes e da Rodovia Paraíso-Palmas, para que eles pudessem integrar todas as rodovias federais com as rodovias do Estado. Isso em troca de alguma coisa que pudesse melhorar a nossa vida e isso é a duplicação das rodovias que ligam Porto a Palmas, Paraíso a Palmas e Miracema e Miranorte a Palmas”, frisou Siqueira Campos.

Segundo o governador essa integração vai possibilitar que Palmas se torne a metrópole do centro norte do País. “Essa integração da BR 153 com a 010, do sistema à esquerda do Tocantins e à direita do Estado, com o norte brasileiro vai aumentar as nossas facilidades e vai fazer de Palmas a metrópole do centro norte do País. Essas duplicações são extremamente importantes e já existe uma conversa nesse sentido”, ressaltou.

Fonte: Secom