Campo

Foto: Divulgação

Os incentivos à criação de gado de corte e leiteiro no Tocantins são fortalecidos com atividades voltadas para o melhoramento do rebanho bovino. Os produtores de gado e acadêmicos da Faculdade Católica do Tocantins participam, nesta quarta e quinta-feira, dias 8 e 9 de junho, de um curso com aulas práticas, em campo, sobre melhoramento genético em rebanho bovino. O curso acontece na Fazenda Lagoa Grande, em Silvanopólis, saída para Pindorama, região central do Estado.

O curso iniciado no último dia 6, com aulas teóricas, passa agora para a aplicação das aulas práticas. A intenção é mostrar aos estudantes e produtores a importância da aplicação de recursos nesta atividade produtiva. Nas aulas práticas, os participantes poderão conhecer as técnicas aplicadas, em etapas. Iniciando pela seleção de matrizes, exame clínico e ginecológico, anatomia, fisiologia e endocrinologia do rebanho. Em outra fase do curso, serão mostradas as tecnologias do sêmen, com coleta e aplicação.

Para a médica veterinária da Seagro – Secretaria Estadual da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Erika Jardim, o projeto de Ação de Melhoramento Genético da Secretaria, além de disponibilizar a biotecnologia, oferece também a capacitação. “A técnica utilizada será a IATF - Inseminação Artificial em Tempo Fixo. Com a IATF, a reprodução do rebanho fica sob o controle do produtor. Através desta técnica, as vacas tratadas são inseminadas sem a necessidade de observar cios e com data marcada”, explica Erika.

A capacitação é uma realização da Seagro, Facto – Faculdade Católica do Tocantins e Senar – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural.

Fonte: Secom