Polí­tica

Em entrevista ao Conexão Tocantins durante a sessão ordinária da manhã desta quarta-feira, 15, o deputado Osires Damaso (DEM), criticou a atuação da Polícia Militar e Civil na atuação no caso do roubo ocorrido à loja sul do supermercado Quartetto, situada na região de Taquaralto.

A rede de supermercados, que pertence à família Damaso, sofreu, na madrugada de domingo para segunda, arrombamento de suas portas e de seu cofre. Na ocasião foi roubado um valor não informado pelo deputado.

De acordo com Osires, mesmo tendo o alarme do supermercado soado, a empresa responsável pela segurança da loja não investigou de maneira correta o que estava acontecendo no local. “A empresa foi lá e disse que não viu nada”, completou.

O deputado ainda criticou a atuação da polícia do estado na situação. Segundo ele, a loja ficou impossibilitada de ser aberta, pelo fato de a perícia técnica da polícia ainda não ter chegado ao local. Osires frisou que foi preciso ligar para a chefia da perícia para que a equipe chegasse ao supermercado e as investigações começassem. “A polícia deve ser mais ágil, Sem precisar pedir”, disse.

Críticas à Segurança Pública

Durante a entrevista o deputado ainda criticou a segurança do Tocantins e frisou que falta policiamento nas ruas para poder inibir a ação dos bandidos que já atacaram sua família três vezes em menos de quinze dias, segundo ele. “Eu acho que está faltando polícia nas ruas. Quando não existe polícia na rua, os ânimos tomam conta”, salientou.

Sem citar nomes, o deputado ainda comentou que o setor de segurança pública está deficitário no Tocantins. De acordo com ele, “este secretário é muito bom como advogado, mas como secretário está deixando a desejar”.