Polí­tica

Foto: Divulgação

Em nota encaminhada à imprensa na manhã desta segunda-feira, 20, a senadora Kátia Abreu (ex-DEM) critica posicionamento de líderes políticos que, de acordo com ela, tem tentando desestabilizar a criação do PSD.

No teor da sua nota, a senadora dá especial destaque aos líderes de seu antigo partido, o Democratas que tem sido uma das legendas que mais tem sido onerada pela criação do PSD. De acordo com Kátia, “A estratégia dos líderes, especialmente do Democratas (...) é semear o medo, como ocorreu na semana passada em Palmas, mesmo que para tanto propaguem uma insegurança jurídica já totalmente afastada pelo TSE e garantida pela Constituição Federal”.

Confira na íntegra a nota pública da senadora

Nota Pública

Nos últimos dias, o PSD tem sido atacado de forma inescrupulosa por lideranças partidárias numa declarada manifestação antidemocrática resultante da preocupação sobre um partido que nasce forte com a adesão ao seu projeto de mais de 50 deputados federais, governadores, vice-governadores, dezenas de deputados estaduais, centenas de prefeitos e vereadores por todo o país.

Os adversários que buscam enfrentar a criação de um novo partido, prevista na Constituição da República e abrigada no estado democrático de direito, o fazem de forma irracional, na divulgação reiterada de informações inverídicas, que falseiam a verdade, na tentativa vã de amedrontar as lideranças que, descontentes com suas legendas, se abrigam no novo PSD para construir seus projetos políticos em defesa da população que representam.

A estratégia dos líderes, especialmente do Democratas, que mais tem perdido parlamentares para o PSD, assim, é semear o medo, como ocorreu na semana passada em Palmas, mesmo que para tanto propaguem uma insegurança jurídica já totalmente afastada pelo TSE e garantida pela Constituição Federal.

O PSD nasce, assim, ao abrigo da legislação e da democracia. Sua criação segue o rito determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral e a legislação partidária em vigor. De forma que não prosperam os temores que seus adversários têm usado como arma para tentar desestabilizá-lo.

Assim, a direção do PSD no Estado do Tocantins repele de forma peremptória a cadeia de inverdades expostas por seus adversários na tentativa de criar obstáculos à sua criação e tranqüiliza todas as lideranças do Estado, afirmando que o nosso partido PSD estará apto em tempo hábil para concorrer nas eleições de 2012. O tempo trará a verdade!

Senadora Kátia Abreu

PSD

Por: Redação

Tags: Democratas, Kátia Abreu, PSD, Senado