Estado

Foto: Divulgação

O Tocantins está discutindo propostas que vão ajudar na elaboração do Plano Plurianual do estado na área de ciência, tecnologia e inovação. “Estamos dando um passo para a integração do governo, universidades e iniciativa privada” disse durante a abertura do Fórum Tocantinense de Ciência, Tecnologia e Inovação o secretário de Estado da Ciência e Tecnologia, Borges da Silveira.

Já a presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins, Andrea Stival falou que as demandas e propostas apresentadas no Fórum vão servir de diagnóstico para a Fundação traçar suas ações para os próximos anos.

Participaram da abertura do Fórum a diretora geral da Universidade Católica, Clarete Itoz, superintendente do Sebrae-To, Paulo Massuia, reitor da Universidade Federal do Tocantins, Alan Barbiero, reitor da Unitins, Joaber Macedo, presidente da Fecomércio, Hugo de Carvalho, presidente da FIETO, Roberto Pires, presidente da Mineratins, Dorival Carvalho Pinto e o comandante do 22 Batalhão de Infantaria do Exército, Cel. Martins, além de outras autoridades, estudantes e pesquisadores.

Dez temas estão sendo discutidos no evento que acontece durante toda essa terça-feira, 21, no campus II da Universidade Católica do Tocantins, em Palmas. As propostas vão compor um relatório que será entregue ao governador Siqueira Campos que participa do encerramento do Fórum, às 18 horas. Na oportunidade o governador ainda assina a mensagem do Projeto que cria a Lei de Inovação do Estado a ser enviado à Assembleia Legislativa. A Lei deve tornar as empresas tocantinenses mais inovadoras e competitivas.

Temas

Agricultura, Educação, Saúde, Aquicultura e Pecuária, Desenvolvimento Urbano e Segurança Pública, Tecnologia da Informação e Comunicação, Meio Ambiente e Recursos Naturais, Energia Renovável, Logística e Inovação Tecnológica.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Secretaria de Ciência e Tecnologia