Estado

Foto: Divulgação Amado é o 4º desembargador afastado do TJ Amado é o 4º desembargador afastado do TJ

Mais uma vez a Polícia Federal amanheceu na porta do Tribunal de Justiça do Tocantins. O alvo desta vez foi o gabinete do desembargador afastado Amado Cilton.

A Polícia buscou documentos e ainda computadores utilizados no gabinete do desembargador afastado e deixou o local por volta das 11h35 levando malotes. Três viaturas deixaram o local.

A residência do desembargador foi também alvo da busca assim como aconteceu com os afastados Wilamara Leila, Liberato Póvoa e Carlos Sousa.

Cilton foi afastado pelo Superior Tribunal de Justiça neste mês de junho também sob suspeita de venda de sentenças.

A busca e apreensão faz parte da Operação Maet desencadeada em dezembro do ano passado que investiga a corrupção no judiciário tocantinense. Liamar Guimarães, esposa de Amado Cilton também foi afastada do TJ acusada também de integrar o suposto esquema.

O pleno do Tribunal de Justiça escolheu o juiz Eurípides do Carmo Lamounier para substituir Amado Cilton no dia 21 de junho.

(Matéria Atualizada às 11h37 min)

Por: Redação

Tags: Amado Cilton, Liberato Póvoa