Estado

Foto: Divulgação

Os desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, em Sessão Administrativa, votaram nesta terça-feira, 28, a Lista Tríplice de candidatos para o cargo de desembargador Federal do Trabalho destinado à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em decorrência da aposentadoria do desembargador Federal do Trabalho Bertholdo Satyro e Sousa. O advogado tocantinense Henrique Pereira dos Santos foi um dos escolhidos para compor a lista. Além dele, estão Dorival Borges de Souza Neto e Rogério Reis de Avelar, ambos do Distrito Federal.

"Para mim é uma grande honra, estou muito feliz, mas a vitória maior é de todos os advogados tocantinenses, em especial os conselheiros federais da OAB Tocantins e do presidente Ercílio Bezerra, que se empenhou muito nesta conquista. Na composição atual do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região não há magistrado oriundo do Tocantins, cuja realidade, exigências e necessidades são totalmente diferenciadas do contexto social vivenciado pelo Distrito Federal, sendo o preenchimento da vaga pelo quinto constitucional uma oportunidade de minimizar esse desequilíbrio", explicou o advogado Henrique Pereira dos Santos.

Agora, a presidente Dilma Rousseff será a responsável pela nomeação de um dos três nomes que compõe a lista.

No mês passado, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) escolheu seis advogados para integrarem a lista sêxtupla. Dentre eles, os tocantinenses Célio Alves de Moura, Sérgio Fontana e Henrique Pereira dos Santos, que acabou escolhido para a lista tríplice.

Perfil

Henrique Pereira dos Santos tem 49 anos, é casado, natural de Peixe – TO, graduado em Direito pela Universidade de Ensinos de Ribeirão Preto – SP (curso concluído em 1986), pós-graduado em Direito e Processo do Trabalho pela Universidade Anhanguera – UNIDERP de Campo Grande/MS, inscrito na OAB/TO sob o nº 53, e suplementar na OAB/GO sob o nº 15616-A, com residência e escritório profissional em Gurupi/TO e apoio em Palmas/TO.

Foi Presidente da Subseção da OAB/TO em Gurupi/TO (triênio 1998/2000), Conselheiro Estadual e Presidente da Comissão de Exame de Ordem da OAB/TO (triênio 2000/2003) e conta com mais de 23 anos de exercício da advocacia, atuando em todo o Estado, tanto na área trabalhista, quanto na cível.

Fonte: Assessoria de Imprensa/OAB