Polí­tica

Foto: Fabiola Dias

Os membros do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) voltam a se reunir nesta quarta-feira, 29, em duas sessões, nas quais, além do julgamento de prestações de contas partidárias, também deve ser realizada a despedida de três de seus membros. Encerram seus biênios o atual vice-presidente e corregedor, desembargador Daniel de Oliveira Negry, o Juiz Luiz Zilmar dos Santos Pires e o desembargador substituto Antônio Félix Gonçalves.

O presidente do TRE-TO, desembargador José de Moura Filho, que também encerraria seu biênio, foi reconduzido a partir de eleição dos membros do Tribunal de Justiça, juntamente com o desembargador Marco Antony Villas Boas, para integrarem a diretoria do TRE-TO no biênio 2011/2013.

No próximo dia 1º de julho, ocorre a Sessão Solene de posse dos novos membros do TRE-TO: desembargador Marco Villas e o juiz de direito José Ribamar Mendes Júnior, escolhido para a função de juiz membro efetivo em substituição ao juiz Luiz Zilmar. Na ocasião serão realizadas a eleição e posse da nova mesa diretora do Tribunal.

José de Moura Filho

Natural de Pedro Afonso (TO), onde ingressou no Poder Judiciário como Escrivão do Crime, em 1966. Mais tarde, mudou-se para Goiânia (GO), onde se formou em Direito na Faculdade Católica de Goiás. Em 1981, foi aprovado no concurso para a magistratura Goiana. Foi promovido para a comarca de Pedro Afonso, e com a criação do Estado assumiu, por antiguidade, a Comarca de Miracema do Tocantins (TO).

Em 1990, tomou posse como desembargador, sendo o primeiro desembargador a ser empossado em Palmas (TO). Já exerceu os cargos de presidente e corregedor do TRE-TO. Foi corregedor-geral da Justiça, presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, e membro da Comissão de Seleção e Treinamento. Iniciou seu último biênio no TRE-TO em 30 de junho de 2009.

Daniel de Oliveira Negry

Formado pela Universidade do Distrito Federal, em 1971, começou sua carreira em 1972 como advogado da Ordem dos Advogados de Brasília e Goiás. Ainda executou as funções de juiz de direito, juiz corregedor, juiz eleitoral, presidente da Câmara Criminal, corregedor-geral da Justiça, presidente da 2ª Câmara Cível, todos pelo Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins. Daniel é desembargador nomeado por antiguidade. Iniciou seu biênio no TRE-TO em 17 de dezembro de 2010.

Luiz Zilmar dos Santos Pires

Atualmente Titular da 4ª Vara Criminal da Comarca de Palmas, já esteve à frente das comarcas de Xambioá, Paraná, Tocantinópolis e Araguaina. Atuou como professor universitário, lecionando Direito Penal e Processo Penal na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Gurupi (FAFICH), na Fundação Universidade do Tocantins (UNITINS) e no Centro Universitário Luterano de Palmas (CEULP/ ULBRA). Iniciou seu biênio no TRE-TO em 30 de junho de 2009.

Antonio Félix Gonçalves

Formado em Direito, iniciou sua carreira de advogado em Goiás e fixou residência em Araguaína, onde exerceu a advocacia durante 11 anos. Foi presidente da subseção da OAB da cidade. Tornou-se desembargador em 1989, na formação do Estado do Tocantins. Mais tarde, foi eleito presidente do Tribunal para o biênio 1995-1997; primeiro corregedor-geral de Justiça do novo Estado, em 1989. Em 1992, tomou posse como membro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Tocantins. Assumiu, em 1996, a vice-presidência do TRE-TO, sendo eleito, em 1997, para a presidência do órgão no período de 1998-1999. Em 2007, assumiu a Corregedoria e a vice-presidência do TRE-TO.