Polí­tica

Foto: Divulgação

Durante sessão ordinária realizada na manhã desta terça-feira, 05, na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Marcelo Lelis (PV) apresentou Projeto de Lei que concede passe livre aos portadores de câncer nos ônibus do sistema de transporte coletivo intermunicipal do Estado.

Conforme a proposta, o objetivo é dar condições de locomoção aos portadores de baixa renda que, em sua maioria, necessitam se deslocar para as maiores cidades do Tocantins em busca de tratamento. O benefício será concedido ao portador de câncer que possua renda familiar de até quatro salários mínimos e será extensivo a um acompanhante, desde que esteja embarcando no mesmo veículo.

Na tribuna de honra, integrantes da Liga Feminina de Prevenção e Combate ao Câncer acompanharam a sessão e aplaudiram a iniciativa do deputado. “Tão logo eu passei a ele o nosso desejo de beneficiar os portadores de câncer, ele imediatamente abraçou a causa e se comprometeu a nos ajudar” afirmou Elaise Fonseca, presidente da Liga.

No projeto, o deputado Marcelo Lelis ressalta que a medida não generaliza o benefício e nem objetiva causar prejuízos às empresas permissionárias do transporte intermunicipal, mas busca assegurar a gratuidade a um contingente limitado de pessoas, que pelas condições financeiras e de saúde, necessitam desse suporte.

UFT

Lelis apresentou também requerimento em que solicita da bancada federal tocantinense no Congresso Nacional, apoio para as reivindicações dos professores da Universidade Federal do Tocantins (UFT), que estão em greve e se mobilizam por melhores salários e condições de trabalho.

Unitins

Outros dois requerimentos apresentados pelo deputado Marcelo Lelis se referem à Fundação Universidade do Tocantins – Unitins. O deputado solicita ao Governo do Estado a concessão da revisão geral anual da remuneração (data base) aos servidores públicos da instituição, bem como requer a criação de cargos de Produtor de Vídeo, Cinegrafista, Editor de Imagem e Editor de Corte para o quadro de pessoal administrativo da Fundação.

Fonte: Assessoria de Imprensa Marcelo Lelis